“Mas o barco já estava a considerável distância da terra, fustigado pelas ondas, porque o vento soprava contra ele. Alta madrugada, Jesus dirigiu-se a eles, andando sobre o mar.” (Mateus 14:24-25)

Há um ditado que diz que quando você chega ao fim de si mesmo, está no começo de Deus. Muitas vezes, quando os momentos difíceis surgem, temos nossos próprios planos sobre como lidar com os problemas. Temos o plano A, B, C, D e E. E depois de termos exaurido todos os planos, nós nos encontramos naquele lugar em que dizemos: “Se Deus não vier em meu socorro, é meu fim. Isso é horrível…”. Mas de fato não é horrível, porque é uma oportunidade de Deus mostrar a Sua glória.

Quando os discípulos estavam numa tempestade no mar da Galileia, a Bíblia diz que na “alta madrugada, Jesus dirigiu-se a eles, andando sobre o mar” (Mateus 14:25). Isso significa que os discípulos estiveram no mar por muitas horas antes de Jesus chegar. Porque Ele esperou tanto? Não sabemos, mas talvez Ele estivesse esperando que eles tivessem seus próprios recursos exauridos.

Os salva-vidas sabem que é perigoso salvar uma pessoa que está se afogando, porque tal pessoa entra em pânico. Às vezes o salva-vidas é morto justamente pela pessoa que está tentando salvar.

Muitas vezes, Deus espera até que cheguemos ao final de nós mesmos. Jesus foi até os discípulos no último momento, mas no tempo exato. E não somente isso, Ele veio andando sobre a água. Talvez para mostrar que justamente as coisas que os discípulos temiam (o vento e a água) eram somente os meios para Ele alcança-los.

Os discípulos podem ter perdido Jesus de vista, mas Ele nunca os perdeu de vista. E quando você estiver no meio de uma tempestade, Ele nunca perderá você de vista.