“E consideremo-nos uns aos outros para incentivar-nos ao amor e às boas obras. Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas encorajemo-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês vêem que se aproxima o Dia.” (Hebreus 10:24-25)

Uma coisa engraçada sobre crianças muito pequenas é que quando elas estão com fome, não podem dizer que estão com fome. Nem podem se alimentar. Então começam a chorar e a gente tenta descobrir qual é o problema. Então percebemos que elas só estão com fome.

Muitas vezes os novos crentes só precisam ser alimentados. Eles precisam receber a Palavra de Deus.

Quando as crianças começam a comer, obviamente começam com a amamentação ou com uma mamadeira. Em seguida, passam para alimentos para bebês. Então começam com pequenos pedaços de comida. Você não dá a uma criança uma chuleta para começar. Uma criança precisa de ajuda para ser nutrida.

O mesmo aplica-se para os novos crentes. Precisamos ajudá-los enquanto começam a entrar na Palavra de Deus. Isso significa sentar com eles, ler a Bíblia juntos e explicá-la.

E deixe-me dizer: há um benefício extra. Ao observar um novo crente descobrir a Palavra de Deus pela primeira vez, você a redescobrirá por si mesmo. Às vezes temos ouvido coisas tantas vezes que começamos a reconhecer os assuntos. Oh, sim… sim… sim… Já ouvi falar disso. Oh, sim… Conheço a definição de justificação. Oh, sim… Sei tudo sobre o perdão. Oh, sim… Sei sobre o Arrebatamento e a Segunda Vinda. Sei de tudo isso.

Eles não. E quando você lhes fala a respeito, eles dizem: “O quê? Você está brincando comigo?”

Os novos crentes lhe energizarão à medida que você os firmar. Discipular outros – esse é o nosso trabalho como seguidores de Jesus Cristo.